segunda-feira, 30 de setembro de 2013

querido baiano,

Qual é a graça de estragar a diversão alheia? Olha só, pra mim, pebolim (totó, futebol de mesa ou matraquilhos, como preferir) é só uma jogo, uma brincadeira, nada de sério. Portanto, estou pouco me lixando pras suas técnicas de ataque e defesa. E é favor não me aborrecer com isso na próxima vez que eu estiver jogando ou "chuto" a bolinha bem no meio da sua testa. Quando receber, me avisa.

Grata,
Mariana.

sábado, 28 de setembro de 2013

querida balconista,


Sei que há muito nos “conhecemos”, já que tem mais de um ano que almoço neste restaurante, de segunda à sexta. Mas dava pra disfarçar um pouco mais a cara de assombro que você faz quando olha o peso do meu prato na balança?! Sim, eu dou conta de comer cada grão de arroz e cada camarão daqueles e três horas depois, estarei caçando comida pelos cantos da agência. Acredite, vai tudo pro cabelo (ao menos eu acredito). Anota direitinho a minha conta, manda pra chefia e, quando receber, me avisa.

Beijos de pudim,

Bel.


quinta-feira, 26 de setembro de 2013

querido 2013,

Tal e qual Rita do Chico, você me levou meus planos, meus pobres enganos e graças a deus, a alá, a ogum, a sei lá quem você está nos acréscimos. Sim, acréscimos, porque se você for ver mesmo já está todo mundo de olho em 2014. Só se fala em eleições, copa do mundo, do mundo entrando em um plano espiritual superior. Ele é sol, praia, amor. Doismilecatorze é um moreno lindo que todos querem se fazer. É par, meu par. Qual o seu legado, 2013? O que você fez de legal pras pessoas? Até onde eu  sei, nada querido. Pois veja, vou te dar um  conselho: pegue seu banquinho e saia de mansinho e, quando receber, avise 2014 que o quiero con limón.

Cordialmente,
Carolina.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

querida greve dos bancários,

Sinto-me no dever de alerta-la. É o seguinte: é óbvio que os capitalistas estão armando um esquema para sujar a luta de vocês. Veja bem, sou estudante e bolsista da CAPES, então, você deve imaginar como estão as minhas finanças. Acontece que, esse mês, eu também deveria receber um auxílio para participação em evento e estou esperando esse depósito desde o comecinho do mês. Fui informada de que ele seria depositado até a semana passada, mas acabo de receber um e-mail dizendo que não caiu por causa da greve. 
Percebem? Eles estão jogando a culpa para cima de vocês. Mas isso não pode ficar assim! Sugiro que vocês se reúnam e vejam se não dá pra depositar o dinheiro do proletário, pelo menos. Na esperança de uma assembleia antes do vencimento do meu cartão, envio esse alerta. Por favor, quando receber, me avisa.

Beijos aflitos,

Seane.

domingo, 22 de setembro de 2013

queridos portugueses,

A recepção está sendo ótima! Não tenho mesmo do que reclamar ♥ 

Mas preciso compartilhar o tamanho da minha confusão mental quando falam comigo e não se referem a mim como "você" ou "tu". Cada vez que falam "a menina faz o que achar melhor", tenho pequenas crises de identidade me perguntando "sim, mas que menina???" até entender que, opa!, a menina sou eu. Também não fico menos confusa quando dizem "a Mariana pode fazer isso...". Dada a quantidade de Marianas que existem por aqui, sempre acho que estão falando de qualquer outra.

Bom, terei tempo para me acostumar e logo mais não farei cara de interrogação tentando entender se estão falando comigo ou de outra pessoa. De qualquer forma, quando receberem, me avisem.

Um abraço,
Menina Mariana (eu mesma, no caso).

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

querida Mari,

Segunda usei o relógio pela primeira vez. Aqueeele relógio. O que comprei de par há meses, chegou e cuja caixa ficou perdida em algum lugar lá de casa. Acho que foi nessa hora que percebi mesmo que tu estás do outro lado do mundo e que já não dá pra "levar pra agência, que Mari passa lá quando sair do trampo andando" ou "entregar pra ela na próxima corrida".
(Mas ó, com ou sem relógio, continua correndo aí que eu continuo daqui! A gente compartilha quilômetros pelo RunKeeper! <3)

Eu até tenho o que fazer com dois relógios, mas essa saudade tá meio inútil aqui. Será que ele dura até eu te encontrar de novo? Será se a bateria aguenta? Salvei o relógio como símbolo de saudade, mas também me achei bem diva correndo com ele por aí, sorry.

Acumule quilômetros de história pra gente papear depois e, quando receber, me avisa.

Beijo,
Bel.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

querido carteiro novo,

Não, essa você não vai precisar entregar. Veja bem, não sei qual doença ou distúrbio perturba seu Laudolino, nosso semi-vizinho, mas quando ele preenche o endereço para correspondências, coloca o da minha casa. Ele não erra somente o número da casa como também o nome da rua. Ele deve estar bem, pois ainda consegue acertar o próprio nome, se for o nome dele de fato. No que ele erra, acerta a já abarrotada caixa de correio da minha casa.

Descobrimos, pela curiosidade bisbilhoteira e paparazzi do meu pai, que ele mora na rua paralela a nossa. Temo que ele esteja prestes a perder o crédito no cartão, a linha de telefone, a luz da casa, a conexão da internet e o hábito de pagar as contas. Enquanto isso, nossa caixa do correio continua a encher de contas de um estranho. Peço que não se irrite ou se sinta ofendido e, quando receber, me avisa.

Cordialmente,
Carol.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

querido Italo,

Desculpa a intimidade, mas achei que "Querido, Calvino" poderia deixar dúvidas quanto à sua identidade. Não sei se estou enviando esta carta para agradecer ou reclamar. Sabe, a questão da linguagem e da realidade sempre me intrigou, mas nunca consegui me aproveitar disso para produzir bons textos literários. Bom, você conseguiu. E como conseguiu! Ontem fui dormir feliz por estar tendo essa oportunidade de ler Um General na Biblioteca e triste porque você é um filho da mãe talentoso pra cacete. Quando receber, me avisa.

Abraços,
Seane.

domingo, 15 de setembro de 2013

querida comissária de bordo,

Menos sarcasmo e mais simpatia na hora de atender os passageiros. Eu sei que papel higiênico é necessário durante a viagem, mas sério mesmo que o único lugar pra guardar 422 rolos é no compartimento acima do meu assento? Eu só queria um espacinho pra minha mochila, que, veja você, também é necessária - pra mim - durante a viagem. Reveja suas atitudes e procure um novo cabeleleiro, pois essa sua franja tá parecendo uma piaçava velha. Quando receber, me avisa.

Auf Wiedersehen,
QUEIROZ/Mariana.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

querida impressora,

Qual é o seu problema? É comigo? Até ontem, nossa relação estava ótima, você fazia seu trabalho direitinho e eu estava super satisfeita. Hoje, nos nossos último momentos juntas, você resolveu me tratar mal e encrencar em t-o-d-o-s os meus pedidos de impressão. Já é saudade? Poxa, cara, não fica triste, meus pais vão cuidar bem de você. Quando receber, me avisa. E comporte-se!
Beijinhos,
Mari.


quinta-feira, 12 de setembro de 2013

querida TPM,


Tenho uma proposta decente pra te fazer. Pra tu não te sentir meio Judas e achar que todo mundo anda te culpando por tudo que eu faço esses dias (inclusive eu), vamos rachar a responsabilidade em 50-50, beleza? Afinal, tu nem é tudo isso e eu nem sou tão louca. Passe bem. E, quando receber, me avisa.

Beijos,
Bel.

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

querida ansiedade,

Por favor, dê um tempo da minha vida. Sério. É bom pra nós duas. Hoje me peguei stalkeando 64 concorrentes que irão fazer a mesma seleção que eu. Poderia ter passado muito bem meu sem isso, sem saber que tenho três concorrentes diretos para os quais já estou elaborando um despacho. Só quero que sejas legal comigo e, quando  receber, me avisa. 

Abraços de longe, 
Carol.

domingo, 8 de setembro de 2013

querida Manaus,

Obrigada por ter providenciado que nenhuma preguiça e nenhum boto cor-de-rosa aparecesse na minha frente durante minha estadia em suas terras. Tenho certeza que as vitórias régias são o que há de mais interessante para se ver por aí. Se você ainda está em dúvida quanto ao meu tom de voz, confesso que, sim, estou sendo irônica. Até o próximo congresso nacional de comunicação e, quando receber, me avisa.


Beijos,
Seane.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

querido inconsciente,

Qual o seu caso com Elke Maravilha? Não entendo essa fixação por sonhar com ela dando aula de Teorias da Comunicação. É certo que certa vez passei horas lendo uma matéria sobre ela, mas acho injusto ser condenada a sonhar semanalmente com essa personalidade. Fica o meu desabafo e, quando receber, me avisa.

Beijos,
Carol.

terça-feira, 3 de setembro de 2013